Busca

Terra Doce

Projeto de arte pública UERJ/MANGUEIRA

Largo da Memória – UERJ Sem Muros – Via Uerj-Mangueira

Largo da Memória - 25 UERJ Sem MurosLargo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -18Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -2Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -16Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -94Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -28 Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -55 Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -44 Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -96 Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -37 Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -50 Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -67 Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -87 Largo da Memória - 25 UERJ Sem Muros - 2014 - por Jonatas Martin Puga -86

Vídeo: Concepção – Centenas

A mostra Concepção – Centenas esteve exposta no COART, UERJ até dezembro de 2013. Para quem perdeu, um breve vídeo da exposição:

Pássaros na Mangueira

No nosso último encontro na Mangueira, brincamos com as crianças mangueirenses a procura de pássaros de cerâmica que produzimos ao longo de 2013. Todos estavam super animados com a dinâmica na rua Icaraí!

 

Concepção: Centenas

UERJ inaugura exposição “Concepção: centenas”
A Universidade do Estado do Rio de Janeiro inaugura, no dia 28 de novembro, quinta-feira, às 18h30, a exposição “Concepção: centenas“. Estendendo-se até 19 de dezembro, a mostra acontece na Galeria Gustavo Schnoor e Salão 1, localizados no Centro Cultural da UERJ e traz esculturas de cerâmicas realizadas pelo coletivo O Círculo.

Composto por mulheres, o grupo surgiu do intenso fluxo de trocas de saberes entre docentes em formação no curso de licenciatura em artes visuais e artistas da comunidade da Mangueira. Desde 2010, o coletivo se dedica a refletir, nas vias da estética relacional, os limites e limitações do corpo feminino com o propósito de compor uma linguagem contemporânea que integrasse a materialidade do barro, os mitos da feminilidade e as vivências das artistas.

A mostra Concepção: centenas, reúne o primitivo e o contemporâneo da figura feminina: o barro, a fertilidade, a maternidade e o questionamento da representatividade da mulher. Quais os limites de seu corpo? Qual sua relação com a vida? A partir disso, a exposição pretende instigar o público acerca do desejo, ou não, de se ter um filho, da problemática da maternidade e da pauta feminista, desde seus primórdios até os dias de hoje.

Da mesma forma, busca reunir a temática contemporânea sobre o feminino e as artes visuais, por meio de linguagens tradicionais e atuais que se unem e hibridizam.

 Concepção:Centenas
Concepção: Centenas

UERJ/SR-3/DECULT/COEXPA apresentam
Exposição “Concepção: centenas”
Local: Galeria Gustavo Schnoor e Salão 1 – Centro Cultural da Uerj
Rua São Francisco Xavier, 524 – Maracanã
Tel.: (21) 2334-0114
Abertura: 28 de novembro, quinta-feira, às 18h30
Visitação: até 19 de dezembro de 2013
De: segunda a sexta, das 9h às 20h
ENTRADA FRANCA

Primavera, Primaveras…!

O Projeto Cerâmica Viva mais uma vez irá participar do evento extensionista UERJ sem Muros. Na 24ª edição do evento iremos novamente atuar pelo campus Maracanã com os alunos da Creche Nação Mangueirense. Passearemos pelo bosque, onde iremos reconhecer plantas e recolher sementes até chegarmos ao pátio em frente ao centro cultural da UERJ, lugar que foi sucesso na edição passada, para iniciarmos nosso circuito artístico:
Conheceremos a história do pássaro Primavera a partir da modelagem em argila

Em seguida, espalharemos os símbolos da Primavera para anunciar sua chegada!

Para depois prosseguirmos conhecendo as cores que a Primavera traz consigo a fim de nos encantarmos com seu colorido!

E encerraremos com plaquinhas personalizadas feitas pelo próprios alunos da creche!

Pássaro dourado Primavera

 

Além disso, espera-se a visita do pássaro dourado Primavera com seu suave canto, interpretado pela poeta Helena Sá!

Pode vir, pode chegar! Às 14 horas do dia 24 de setembro!

Outubro: Mês da cerâmica em Cunha – SP

Em outubro será realizado no município de Cunha o mês da Cerâmica em parceria com o Instituto Cultural de Cerâmica em Cunha e a secretaria municipal de turismo e cultura de Cunha.

Ocorrerão eventos e ações abertas ao público cujo objetivo é difundir a arte da cerâmica e o seu crescimento, dentre eles destacamos o II Seminário Internacional de Cerâmica na Arte-educação cuja programação conta com oficinas e palestras que acontecem entre 24 e 26 de outubro, e a exposição Arte que nasce da terra – A Força da Diversidade, aberta à visitação entre 5 e 30 de outubro, das 13 às 18 horas, no salão da Galeria Cunhense.

Para maiores informações: http://www.icccunha.org/

Germinar: Brincando com a terra, Semeando ideias – vídeo

A 24º UERJ sem muros se aproxima, nos dias 23 a 27 de setembro e os portões da universidade mais uma vez são abertos para toda a comunidade externa. No último evento extensionista, o coletivo o Círculo junto com a equipe de extensão Ceramica Viva atuaram com o projeto Germinar: Brincando com a terra, semeando ideias. Nossos convidados foram as crianças da creche municipal Nação Mangueirense. Confiram como foi a aventura desses pequenos no espaço da UERJ ano passado.

Plataforma Relacional – Vídeo

Mais um vídeo do coletivo atuando durante o Boom Brasil na praia vermelha no “fim do mundo”. Saberes e sabores reverberam nas falas e gestos de cada um que participou da ação.

Exposição Curricular – Grafite: A voz colorida das ruas

A turma do curso de museologia da UNIRIO está com a exposição Grafite – A voz colorida das ruas no centro cultura da universidade até dia 23 de agosto.  A exposição aborda desde a história da arte urbana, passando da ida das ruas às galerias até projetos sociais que contribuem para revitalização do espaço. O Projeto Arte Viva é um deles: atuamos numa abordagem multidisciplinar por meio de ações artísticas colaborativas cujos focos são questões ambientais, educacionais e sociais na comunidade mangueirense.

A rua Icaraí era um lugar antes frio e abandonado, marcado pelos confrontos entre policiais e traficantes. A partir da memória da matriarca “Tia Neuma”, demos início à criação de uma pequena zona de convívio nas escadarias da rua Icaraí na comunidade verde rosa, o Jardim da Tia Neuma.

Conhecer a comunidade a partir dos moradores, das crianças e dos passantes nos permitiu um diálogo constante, amplo de suas experiências cotidianas, de seus lugares de vida e situações concretas. As primeiras imagens constituíram esse campo de proposições para ativar o imaginário local através do grafite como forma de evidenciar a importância da educação ambiental.

Assistam parte da entrevista que foi realizada pela arte educadora Isabela Frade para a exposição.

CCH – UNIRIO
Av. Pasteur, 458 – Urca

Agradecimentos a Katharina Kossak e Phelipe Rezende por cederem as imagens.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑